segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Vida ...Te Amo....

imagem Google
Nesse fim de semana fui a Curitiba participar de um casamento, o noivo é primo distante pelo grau de parentesco do meu esposo, mas muito próximo pelo carinho e afinidade e rodamos mais de 400km pra ir ver esse menino, sim pra mim sempre será um menino que de repente se casou... rsrsr.. e por lá vi outros meninos e meninas que já se casaram, estão noivos e ou namorando alguém  vi meninos e meninas que estão iniciando ou finalizando a faculdade... meninos e meninas que mesmo depois de serem mães e pais pra mim serão sempre meninos e meninas.. os vi crescer, alguns amadurecer e apesar da distancia devido as nossas várias mudanças pude acompanhar o crescimento e amadurecimento, dia 21 desse mês uma sobrinha querida se formará em medicina e já tem data pro casamento que será em agosto do ano que vem....

Porque estou relatando tudo isso????.. Porque o tempo passa, e as vezes fico com a impressão que fico congelada em algum momento do tempo, é engraçado isso, de repente o tempo passou e essas pessoas que antes eram crianças estão criando suas vidas.....detalhe alguns já tem filhos.... é muito louco tudo isso....

Não entendam esse relato como uma lamentação, é uma celebração da vida que segue seu rumo e independente do que eu queira, sonhe ou faça a vida segue seu rumo constante e pulsante sem se preocupar com o que eu ou você queiramos....

Amo a vida... enlouqueço as vezes, me entristeço outras, mas na maioria das vezes eu simplesmente amo...amo ver a vida correr sem medo de ser detida e a unica coisa que pode ficar parada sou eu, se não entender que preciso me movimentar e o melhor não preciso me preocupar qual movimento fazer, basta seguir o curso do meu coração e quando preciso o da razão.. porque sou louca, mas não inconsequente....

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Dos 20 aos 40......

imagem Google
Nada como uma noite entre dois dias........

Ontem comecei meu dia, muito deprimida, com muita coisa na cabeça, caraminholas que só me entristecem,  mas com o correr do dia, fui percebendo que não passava disso "caraminholas" sabe, esses pensamentos que tentam nos arrasar.

A tal historinha do copo meio cheio, meio vazio.... pra mim ele apenas esta na metade... simples assim.

E é sobre isso que quero falar, partilhar. Recebi muitas mensagens legais ontem em relação ao primeiro post e estava determinada em ficar no anonimato, sem que as pessoas soubessem que era eu quem escrevia, mas percebi que os meus fantasmas não são só meus e que posso falar abertamente sobre o que rola aqui nessa cabeça que as vezes não sabe pra que lado que gira.... e quer saber, se alguém não gostar do que vou falar, não importa, porque essa é a diferença de se ter 40, não ligo muito para  que lado o mundo tá girando, desde que eu esteja em pé e de braços abertos sentindo o vento que bate desse gira gira loko......

Ter 40 me fez perceber que nada na vida é pra sempre.....quando tinha 20 achava tudo definitivo, eu era daquelas que ou era 8 ou 80, e não aceitava nada diferente disso. Era muito intensa, sempre fui e ainda sou muito passional em tudo que fazia, se era pra amar... amava e pronto, se era pra odiar, odiava e nem adiantava pedir perdão...

Aos 40, aprendi que nada é definitivo e tudo tem um jeito diferente de ser, as pessoas não pensam e nem agem como eu, e por incrível que pareça diferentemente daquela menina de 20, entendo que cada pessoa tem seu ritmo próprio... 

Hoje aos 40, sou flexível.... entendo as diferenças e as aceito...

A vida não era simples aos 20, pelo menos não pra mim, tudo era intenso demais, tudo era novidade, eu tinha uma bomba relógio dentro de mim... que parecia que se eu parasse de me mover, de criar, de inovar... explodiria....

Eu ria de uma das minhas cunhadas que sofria com a chegada dos 30, que pra mim passou sem muito stress, mas quando estava com 38 o meu mundo parecia que ia desmoronar, afinal eu iria fazer 40 e não tinha realizado os meus projetos. Foram dois anos de tormentos emocionais, minha fase dos 30 vai render outro post...

Aos 40 me sinto mais centrada, sei o que quero, e sei o que posso, sei dos limites do meu corpo, sei das minhas paixões.. aos 40 apesar de não saber nada eu sei até onde posso ir...

Aos 20 era intensa, queria tudo e não sabia como fazer, quebrava a cara, me magoava, ria e chorava, brigava com o mundo e com a própria sombra por aquilo que acreditava, tudo era ou muito cheio ou muito vazio, lembra do lance do copo do inicio do post, e isso me consumia, porque o mundo não girava no meu ritmo.

Hoje aos 40, tenho uma intensidade mais ajustada, o mundo tá girando e eu encontrei o meu ritmo... penso e analiso as coisas com mais calma, se me desespero como ontem, a cabeça no travesseiro me dá tempo de analisar tudo melhor, até minhas orações estão diferentes, aprendi que não posso me precipitar e tenho agido com mais cautela.

De certa forma entendo que tudo é simples e quem complica tudo sou eu.....

imagem Google

Por isso se me perguntarem se o copo está meio cheio ou meio vazio, vou responder ... está no meio........e essa é a beleza de tudo, nada é definitivo, ainda posso tentar estudar e me especializar em alguma coisa, iniciar um novo projeto profissional, sou uma jovem de 40 anos pronta pra novas aventuras e tudo bem se elas forem calmas e tranquilas.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Tenho, mas quero mais....

imagem Tumblr
Já parou pra pensar qual o propósito de sua vida?.... Digo pra que você veio pra cá, qual o motivo, o que você fez que mudasse a vida das pessoas a sua volta, do mundo, do universo.....

Em tempos de TPM, me dá esses momentos e luto contra pensamentos e lágrimas que cismam em me deixar loka... porque por mais que falemos sobre fé, espiritualidade e tudo o mais... sempre fica no nosso âmago algo mal respondido, todas as mulheres seriam assim ou apenas eu no meu modo doido de ver as coisas e a vida....

Tenho 41, me olho no espelho e vejo uma jovem, com esperanças de retornar aos estudos e firmar carreira, mas o tempo passa e fico a limpar o chão, fazer comida, costurar ... tenho meus momentos de hobby de alegria, de prazer, tenho...tenho medo, anseios, desejos, tenho tudo que uma jovem de 20 anos tem, inclusive muito calor, muito tesão.... tenho.

Tenho vontade de conhecer o mundo, só não tenho vontade de conhecer outros homens, porque o que tenho já me é mais que suficiente, me é prazeroso, me é carinhoso, me é amável.... tenho.

Tenho vontades e tenho medos... às vezes me pego na fobia de sair de casa e outras na fobia de ficar trancada em casa....

Tenho vida e quando penso que posso deixar de existir, me falta ar.. porque qual será a mensagem que vou deixar pra quem ficar, vão sentir saudades, nem vão ligar.....

Tenho medo, tenho desejos, tenho tanto a construir, só não tenho como sair do estado que me encontro.... como mudar o rumo de uma vida que deu tudo certo exceto pelo fato que a área profissional ficou um buraco que nem toda a felicidade de uma vida preenche e teima em vir atormentar minha mente que as vezes me parece insana por teimar em sofrer com algo tão mesquinho e indiferente da felicidade de uma vida que todos tanto querem...